Capítulo 7. Gestão das Finanças e dos Sistemas Relacionados

  • Published Date: January 2017
  • Download File Format: PDF
  • Download File Size: 474.88 KB
Download File

Uma crescente consciencialização global dos sérios problemas sanitários com que se deparam os países em desenvolvimento resultou num desejo generalizado de abordar estas questões. Isto requer um fortalecimento da capacidade dos governos e das organizações da sociedade civil (OSCs) – religiosas, comunitárias e não governamentais (ONGs) – para gerir de forma eficaz e eficiente os projectos e programas de prestação de serviços de saúde. Para satisfazer as suas crescentes responsabilidades, quer as entidades públicas quer as privadas deverão gerir fundos e recursos com o maior cuidado e integridade. Elas têm necessidades similares no que respeita à eficiência, eficácia e utilização transparente dos recursos financeiros e outros recursos.
 
As mudanças nas prioridades das agências doadoras ou no clima económico podem reduzir o volume de fundos disponibilizados para apoiar os programas de saúde. Factores económicos podem fazer aumentar os custos das mercadorias, do trabalho e dos serviços necessários. A fim de resolver estas eventualidades, os gestores dos programas de saúde pública, a todos os níveis, devem compreender e aplicar princípios sólidos de contabilidade e de gestão financeira, para proteger recursos escassos e responder às mudanças nas condições económicas.